quarta-feira, 20 de julho de 2011

A diferença entre carne seca, charque e carne de sol

Muita gente acha que é tudo a mesma coisa, mas não é! E cada uma tem a sua finalidade e origem.
As três vêem do boi, porém as técnicas de preparo de cada uma é bem diferente. O charque vem da parte dianteira do boi e a carne-de-dol da parte traseira.
A carne-de-sol exige um clima muito seco, ela é salgada logo depois de cortada e depois é coberta e deixada em um lugar bem ventilado. Por isso ela só é possível de ser feita em regiões semi-áridas, como no Nordeste. Sua secagem é rápida e forma uma casca protetora que conserva a parte de dentro úmida e macia. Dos três tipos é a que cozinha mais rápido.
Pra tirar o sal da carne-de-sol, é preciso lavá-la em 3 ou 4 águas.

A carne seca, que tem vários outros nomes como: carne-de-vento, carne-do-sertão, carne-do-Ceará, carne-do-Sul ou Jabá. Ela é esfregada com bastante sal e empilhadas em lugares secos. As "mantas" de carne são mudadas de posição toda hora pra facilitar a evaporação. Depois ela é estendida em varais, no sol, até ficar totalmente desidratadas.
Todo esse processo foi inventado para conservar a carne, pois antigamente as pessoas não tinham geladeiras ou freezers, então compravam a carne-de-sol no mercado e desidratavam em casa para durar mais tempo.
Pra hidratar e tirar o sal da carne seca, precisa colocar de molho na água no dia anterior e trocar a água do molho a cada 4 horas.

Já o charque vem da região Sul do país. O preparo dele é parecido com o da carne seca. A diferença é que nele vai mais sal ainda e fica mais tempo exposto ao sol, além disso leva conservantes, que faz com que dure muito mais. Para preparar precisa escaldar em água fervendo mais de uma vez, para sair o sal.

Beijinhos

2 comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...